5 Profissões com mais Futuro


As 5 Profissões com mais Futuro é uma publicação que tem por objectivo auxiliar todos os que estão indecisos sobre que carreira escolher numa época de grandes alterações económicas e sociais. Se está nessa situação, é bom que saiba que está no bom caminho. Porquê ? Porque numa época de grandes alterações económicas e sociais, é um bom princípio questionar-se muito sobre o que está por vir. Só dessa forma poderá aprofundar este tema e preparar-se adequadamente para o futuro. Estamos aqui para ajudar. Vamos lá ?

 

As 5 Profissões com mais Futuro em todo o Mundo:

Entre as alterações demográficas e o desenvolvimento tecnológico, o World Economic Forum estima que até 2020 desapareçam 5 milhões de postos de trabalho. O relatório lançado em 2016, “The Future of Jobs”, traça um cenário assustador e coloca os até então empregos mais seguros, como administrativos, entre os mais afectados.

No entanto, e apesar das previsões pessimistas quanto às alterações no mercado de trabalho nos próximos anos, o relatório aponta para a criação de 2 milhões de empregos. Mas apenas em determinas áreas, essenciais ao desenvolvimento económico de organizações e empresas.

No conjunto das profissões enumeradas no relatório e para as quais se espera um aumento da procura de profissionais, enquadram-se as engenharias, a informática e a matemática. Mas também ciências menos exactas como as vendas e o design. Estes serão as 5 Profissões com mais Futuro.

 

1. Analistas de Dados:

Estes profissionais vão ver a sua importância no mercado de trabalho crescer exponencialmente. Mas não só. A actuação de analistas de dados vai estender-se a todos os sectores, desde as industrias até ao comércio. O relatório prevê que esta seja uma das profissões com maior demanda no futuro, porque é necessário, e vai ser cada vez mais, entender todo o tipo de informação e dados gerada pelas interrupções e novas criações tecnológicas.

Apesar do escopo de acção de um analista de dados ser bastante abrangente, antes de investir na formação profissional ou especializada na área é importante que defina o que quer fazer. As opções são imensas. Desde a Gestão de Projectos até à Business Intelligence. Passando pela Investigação, entre outros.

Por tudo isto, os Analistas de Dados estão em 1º na lista das 5 profissões com mais futuro. Na Escola FLAG encontrará cursos de Longa Duração e Especializações em análise de dados, nomeadamente um Curso em Administração de Base de Dados Oracle ou um programa em Base de Dados e Business Intelligence.

 

2. Profissionais de Informática e Matemática

Nesta categoria incluem-se todos os profissionais que estejam sob a alçada das ciências da computação e matemáticas. Mais concretamente, programadores informáticos e de software, analistas de segurança de informação, entre outros. Espera-se que, à semelhança do que já tem vindo a acontecer nos últimos anos, estes profissionais sejam dos mais procurados no mercado para fazer face ao desenvolvimento tecnológico. Uma sólida formação nestas áreas é, um passaporte para uma carreira de sucesso e com ordenados competitivos.

Em relação a cursos, as opções são quase infinitas e torna-se difícil escolher. Pode começar por investir num Curso de Especialização em Desenvolvimento de Aplicações para Android, num Curso de Longa Duração em Cyber Security ou num Curso de Programação. Pode encontrar os dois primeiros cursos na FLAG e o terceiro na Escola Alta Lógica.

 

3. Arquitectos e Engenheiros

Os profissionais qualificados em arquitectura e engenharias continuarão a ver os postos de trabalho a aumentar. No entanto, são os engenheiros especializados em bioquímica, nanotecnologia, robótica e materiais que verão o seu mercado de trabalho em maior expansão.

Por tudo isto, os Analistas de Dados estão no pódio da lista das 5 profissões com mais futuro. E embora seja necessário um curso superior, pode começar a formação na área técnica. O Curso de Técnico Especialista em Redes Informáticas e Internet, da Escola Profissional Master.D, pode ser um óptimo ponto de partida, conferindo-lhe alguma formação técnica em engenharia a nível da gestão e implementação de redes informáticas.

 

4. Vendedores Especializados

Apesar de, em parte, alguns avanços tecnológicos possam colocar em causa a viabilidade de algumas industrias, prejudicando-as, há formas de os combater. Nasce assim a necessidade crescente de vendedores e representantes especializados. Que conheçam extensivamente o negócio e sejam capazes de explicar de forma competente o que a sua empresa tem para oferecer, a uma extensa gama de clientes, nomeadamente a outras empresas, governos e consumidores individuais. Por exemplo, é imperativo que, hoje em dia, a maior parte das empresas e negócios tenham uma presença online. Desta forma, seria uma mais-valia para qualquer negócio um vendedor e/ou representante com capacidades e formação a nível da gestão de redes sociais para captar novos clientes.

Se já tem alguma formação em vendas ou consultadoria comercial e quer apostar na formação direccionada para o e-commerce ou para a gestão das redes sociais, temos uma formação em Digital Marketing. Por outro lado, se lhe falta a formação essencial em vendas, pode começar por tirar um Curso de Consultor Comercial.

 

5. Designer de Produto

“O Designer não vai a lado nenhum”. Foi o que se ouviu durante muitos anos.

Sendo esta uma das profissões mais importantes para a nova revolução tecnológica, o Designer estão para ficar. Uma das habilidades mais necessárias e competitivas no mercado de trabalho até 2020 é a criatividade. Neste sentido, os Designers de produto comerciais e industriais têm um papel de bastante relevo no que toca à criação e desenvolvimentos de produtos. Carros, electrodomésticos ou até os gadgets dos quais já ninguém abdica, são apenas alguns exemplos.

Por tudo isto, os Designers estão na lista  das 5 profissões com mais futuro. Em Portugal, já é possível ter acesso a formações e cursos profissionais nesta área de grande qualidade. O curso de Web Design pode ser uma boa opção inicial que temos disponível.

 

Conclusão:

O mesmo relatório menciona ainda um Top 10 de Competências essenciais a adquirir até 2020. Embora algumas competências antigas se mantenham na lista, como a capacidade de resolução de problemas complexos, a criatividade deixou o décimo lugar em 2015 para passar ao terceiro em 2020 e a inteligência emocional foi introduzida na lista. Estas alterações demonstram como a percepção do emprego está a mudar. E se a computação das industrias desencadeia o desemprego, o investimento em competências, através de cursos profissionais ou superiores, ainda longe do alcance dos robots, é o ponto de partida para uma carreira de sucesso. E a sua pode começar já hoje.

Artigos recomendados